Loja Virtual: vantagens e desafios

Com o crescimento do e-commerce, está cada vez mais fácil começar um negócio rapidamente e com pouco investimento. Os benefícios são óbvios: um negócio mais dinâmico e interessante, menos gasto desnecessário de tempo e mais otimização. Além disso, o fato de não precisar investir em uma loja física torna o negócio muito mais simples de começar. Mas isso não quer dizer que seja fácil manter um negócio online - existem muitos desafios! Criar uma loja online não garante que clientes vão aparecer do nada. Inclusive, a concorrência é bastante acirrada, considerando a quantidade de sites criados a cada dia.

Flexibilidade e agilidade

Uma das maiores vantagens de se ter um e-commerce é a conveniência de poder fazê-lo funcionar a partir do conforto da sua própria casa, se quiser. Montar a loja pode ser simples e rápido, às vezes em poucos minutos. A agilidade desde a concepção da ideia até a execução dela é muito grande. Além disso, quando a loja está no ar, ela funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. Você pode até vender produtos enquanto dorme ou durante as férias.

Baixo custo

Antes de existir a internet, começar um negócio era algo extremamente caro. Exigia uma pesquisa muito assídua, um risco muito alto e um investimento grande. Hoje em dia, donos de negócios de e-commerce conseguem comprar um domínio e uma hospedagem de site por R$150,00.

Concorrência

Já um dos grandes desafios do e-commerce é a grande concorrência. Há milhares de outros sites que competem pelo mesmo público, no mesmo nicho, vendendo os mesmos produtos. Um novo negócio, grande ou pequeno, pode enfrentar desafios para conquistar uma parte do mercado. E pode levar ainda mais tempo para conquistar a confiança do consumidor, que geralmente não se sente confiante para fazer negócios com vendedores desconhecidos. A melhor estratégia de marketing tende a ser a indicação "boca a boca", o que prejudica novos negócios em busca de espaço.

Problemas técnicos

É inevitável que surja algum problema técnico no site, em algum momento. Se fosse pessoalmente, o cliente encontraria um jeito de contornar o problema procurando outras formas de pagamento ou busca. Mas, no e-commerce, se der algum erro, não há muito o que fazer até que o problema seja solucionado. Isso implica em menos vendas e perda de confiança.

Grandes e pequenos negócios

Apesar dos desafios, muitos grandes e pequenos negócios têm se arriscado no mundo do e-commerce. Lá encontramos grandes empresas pioneiras no mercado, como o Amazon, que é líder em velocidade de entregas e domina o mercado em várias partes do mundo. Há também empresas menores, como o site Superexclusivo, que comercializa produtos de outras lojas e tem tido uma experiência excepcional desde a criação da loja. Ambos adequam a loja virtual às suas necessidades.

Outro exemplo mais recente é a NET que a princípio, não haveria necessidade de utilizar um e-commerce para seus produtos, que já tem um público cativo e uma alta taxa de conversão de vendas. Porém, a empresa está inovando e mergulhou no universo do e-commerce, fazendo agora uma pré-venda dos pacotes que oferece pelo site, onde você também tem a opção de personalizar e montar pacotes de acordo com suas preferências.

E para você, quais suas experiências com o e-commerce? Acha que deixamos de mencionar alguma vantagem ou desvantagem? Comente!